Autor

Convocações Online

Browsing

Não sabe como estabelecer uma rotina de estudos? Aprenda a se planejar!

Como a aprovação em concurso público é um objetivo de longo prazo, estabelecer uma rotina de estudos é uma etapa fundamental para vencer nossos adversários, principalmente o esquecimento, a procrastinação e o edital—Ah! O edital! Esse merece até o próprio post, não é mesmo? Veja como nunca mais perder tempo com ele!A boa notícia é que ter consciência disso é o primeiro passo para se tornar um estudante de alto desempenho. Logo, se você chegou até aqui, já tem meio caminho andado para se planejar e sair na frente.A seguir, listamos dicas para estabelecer uma rotina de estudos. Faça uma checklist com os itens e comece por aqueles que fizerem mais sentido para o seu dia a dia. Vamos lá?Entenda exatamente o que precisa ser feitoEm geral, os estudantes têm clareza quanto aos recursos consumidos nos estudos como tempo, energia, dinheiro e material. Até aí, estamos de acordo, mas como organizar…

Estabilidade e eficiência

Tramita no Congresso Nacional um projeto de lei que estabelece regras para a demissão de servidor público estável por baixo desempenho. Em entrevista exclusiva ao blog do Convocações Online, o senador Lasier Martins (PSD/RS), relator na Comissão de Constituição e Justiça, garante que o bom profissional não será penalizado. “O projeto é generoso, porque será fácil manter-se no serviço. Tirar uma nota de até 3, numa escala de 0 a 10, para quem já soube passar no concurso, não é nada difícil” Tramita no Congresso Nacional um projeto de lei que estabelece regras para a demissão de servidor público estável por baixo desempenho. A matéria regulamenta o artigo 41, parágrafo primeiro, da Constituição Federal. O substitutivo ao PLS 116/2017 do senador Lasier Martins (PSD/RS), relator do projeto, foi aprovado no início de outubro na Comissão de Constituição e Justiça do Senado e visa ampliar os critérios de avaliação do servidor público. A…

Os 5 maiores erros cometidos pelos concurseiros (na hora de estudar)

Em tempos de crise a melhor saída é passar num concurso e virar funcionário público. Este raciocínio simplista habita a consciência da maioria dos candidatos a uma vaga no governo. Mas nós sabemos que passar num concurso não é tão simples assim. Acontece que a brilhante ideia de passar num concurso não é exclusividade de um, mas de milhões de brasileiros, afinal, quem não gosta da proposta de que, faça chuva ou faça sol, todo mês o salário está na conta? Mas a realidade mostra uma concorrência agressiva, uma concorrência digamos… eclética. Aquele rapaz magrelo que instalou a parabólica na sua casa está na briga, aquela atendente simpática da padaria, que só cursou o ensino médio também. Tem o vendedor de carros, o dono da loja de recarga de cartuchos e aquele que jura que um dia será juiz, apesar de escrever “direpente”, “com tigo”, “intendo”. Esse tipo de concorrente,…