Saiu! Foi publicado o edital para o concurso da Advocacia Geral da União (AGU)! As inscrições, no valor de R$ 95, podem ser feitas pelo site da banca organizadora, o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan). As inscrições estão abertas das 14h do dia 3 de outubro de 2018 até o dia 4 de novembro de 2018. 

São 100 vagas, para os seguintes cargos: Administrador (48); Analista Técnico-Administrativo (10); Arquivista (2); Bibliotecário (1); Contador (32); Técnico em Assuntos Educacionais (2) e Técnico em Comunicação Social (5).

Após alguns meses de espera a Advocacia Geral da União (AGU) divulgou, no Diário Oficial da União do dia 17 de setembro de 2018, a decisão da banca organizadora, que será responsável pelo concurso. Contrariando a expectativa de muitos concurseiros de que seria a Cebraspe (antigo Cesp/UNB), por ter sido responsável pelo último concurso da instituição, em 2015, a banca organizadora será do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan).

Apesar de muitos candidatos desconhecerem o Idecan, o instituto já foi responsável pelo concurso da AGU de 2014, para áreas de apoio. 

No concurso realizado em 2014 para a AGU, foram ofertadas 100 vagas, sendo 60 para a própria AGU e 40 para a Secretaria dos Portos.

Leia o texto e confira informações importantes para você se preparar para o Concurso AGU 2018!

 

[inicio-resumo]

Índice

1 – Por que está previsto um novo Concurso AGU em 2018?

2 – Para quais estados está previsto o Concurso AGU 2018?

3 – Salário e benefícios de trabalhar na AGU

4 – Quem pode participar do concurso da AGU?

5 – Atribuições dos cargos para Concurso AGU 2018

6 – A banca Organizadora do Concurso AGU 2018

7 – Etapas do Concurso AGU 2018

8 – Matérias que caem no Concurso AGU 2018

9 – Informações sobre os Últimos Concursos da AGU/a>

10 – Editais, Provas, Gabaritos, Apostilas e Cursos para estudar para o concurso AGU 2018

11 – Como estudar para o concurso AGU 2018?

13 – Resumo

[fim-resumo]

 

 

1 – Por que está previsto um novo Concurso AGU em 2018?

            A Advocacia Geral da União ou como é mais conhecida AGU, nos termos do artigo 131 da Constituição é “a instituição, que diretamente ou através de órgão vinculado, representa a União, judicial e extrajudicialmente, cabendo-lhe, nos termos da lei complementar que dispuser sobre sua organização e funcionamento, as atividades de consultoria e assessoramento jurídico do Poder Executivo”. Sua atuação, de acordo com definição do site oficial da AGU,  está ligada ao assessoramento e orientação dos dirigentes do Poder Executivo Federal, de suas autarquias e fundações públicas, para garantir segurança jurídica aos atos administrativos que serão praticados. Inclui também a viabilização de materialização jurídica de políticas públicas, licitações contratos bem como, leis medidas provisórias, decretos e resoluções necessárias para o desenvolvimento e aprimoramento do Estado Brasileiro. Caso você queira conhecer mais um pouco sobre a instituição pode clicar aqui.

De acordo com  informações da Associação de Servidores da AGU (Asagu), existe um déficit de pelo menos 2.500 profissionais. Isso porque, dos 4.000 servidores públicos da instituição, somente 1.500 são lotados na AGU. Os demais estão alocados em outros órgãos. Contudo, a AGU declarou oficialmente um déficit de 547 profissionais em seu quadro de pessoal. A instituição também informou que será realizado antes da divulgação do edital e posse dos novos servidores, um concurso interno de remoção, capaz de auxiliar na definição e distribuição das vagas para o Concurso AGU 2018. Entretanto, até o mês de agosto o concurso interno permanece em andamento.

De qualquer maneira, a falta de profissionais pode ser um indicativo de aceleração no processo de convocação dos candidatos aprovados e possível solicitação de cadastro reserva para 50 vagas, que depende de autorização do Ministério do Planejamento.

 

2 – Para quais estados está previsto o Concurso AGU 2018?

A lotação das vagas ainda permanece indefinida. Os candidatos aprovados e classificados no concurso poderão ser lotados em qualquer unidade administrativa da AGU dentro da vaga para a qual concorre, de acordo com o interesse da Administração.

As provas objetivas e discursivas serão realizadas nas capitais dos 26 Estados da Federação e no Distrito Federal, devendo o candidato optar pela cidade onde deseja realizar as provas no ato da inscrição.

 

 

3 – Salário e benefícios de trabalhar na AGU

A remuneração de todos os cargos é de: R$ 6.203,34, composta de vencimento básico no valor de RS 2.220,09, acrescido da Gratificação de Desempenho de Atividade de Apoio Técnico-Administrativo – GDAA, cujo valor inicial corresponde a 80 pontos, que é de R$ 3.128,00, nos termos da Lei no 10.480, de 2002, e da Gratificação Específica de Apoio Técnico-Administrativo – GE- ATA, no valor fixo de R$ 855,25, nos termos da Lei no 10.907, de 2004.

O regime de contratação é o estatutário, que garante estabilidade ao profissional, motivo pelo qual muitos profissionais realizam o concurso, principalmente em um ano de mudanças com a reforma trabalhista que altera a legislação e coloca os profissionais a disputarem cada vez mais vagas que ofereçam estabilidade. Por isso, é muito importante você sair na frente e estar preparado  com antecedência para obter sucesso em sua prova.

 

Quer receber no seu e-mail os editais resumidos das vagas que combinam com o seu perfil? Conheça o Alerta de Vagas!

 

4 – Quem pode participar do concurso da AGU?

O Concurso AGU 2018 é destinado para profissionais com curso superior completo, em todos os cargos disponíveis, que são: Administrador (48); Analista Técnico-Administrativo (10); Arquivista (2); Bibliotecário (1); Contador (32); Técnico em Assuntos Educacionais (2) e Técnico em Comunicação Social (5). 

Cada cargo possui seus requisitos, que estão discriminados abaixo.

Além disso, é preciso observar os requisitos mínimos para participação em concursos públicos.

  • É preciso ter, no mínimo, 18 anos de idade;
  • Ser brasileiro ou naturalizado, ou gozar das prerrogativas contidas no art. 12 da Constituição Federal;
  • Ter boa conduta comprovada por certidões das Justiças Comum (estadual e federal), Militar (estadual e federal) e Eleitoral;
  • Ter os documentos que comprovem a escolaridade exigida no Edital;
  • Caso o candidato seja portador de deficiência, deve atender às exigências do Edital;
  • O candidato deve estar em dia com as suas obrigações eleitorais;
  • Os candidatos do sexo masculino devem estar em dia com os deveres do Serviço Militar.

5 – Atribuições dos cargos e requisitos para Concurso AGU 2018

CARGO: ADMINISTRADOR
REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Administração, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no Conse- lho Regional de Administração – CRA.
DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: atividades relacionadas com supervisão, programação, coorde- nação ou execução especializada, em grau de maior complexidade, referentes a estudos, pesquisas, aná- lises e projetos a respeito de administração de pessoal, material, orçamento, organização e métodos.

CARGO: ANALISTA TÉCNICO-ADMINISTRATIVO
REQUISITO: diploma, devidamente registrado no Ministério da Educação, de conclusão curso de gradua- ção de nível superior, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: realizar atividades que envolvam a administração de pessoas, de processos, de recursos materiais e patrimoniais, de licitações e contratos, orçamento, finanças, contabili- dade e auditoria; planejar, desenvolver, executar, acompanhar e avaliar planos, programas e projetos, inclusive voltados à modernização e à qualidade; realizar pesquisas e o processamento de informações; elaborar despachos, pareceres, informações, relatórios, certidões, declarações, ofícios, dentre outros; realizar trabalhos que exijam conhecimentos de informática; operar equipamentos disponíveis e os sistemas e recursos informatizados na execução de suas atividades; outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade da função que venham a ser determinadas pela autoridade superior.

CARGO: ARQUIVISTA
REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Arquivologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).
DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: realizar atividades voltadas ao planejamento, organização e direção de serviços de arquivo; planejar, orientar e acompanhar o processo documental e informativo; pla- nejar, orientar e direcionar as atividades de identificação das espécies documentais e participação no planejamento de novos documentos e controle de multicópias; planejar, organizar e direcionar serviços ou centro de documentação e informação constituídos de acervos arquivísticos e mistos; planejar, orga- nizar e direcionar serviços de microfilmagem aplicada aos arquivos; orientar o planejamento da automação aplicada aos arquivos; orientar a classificação, arranjo e descrição de documentos; orientar a avaliação e seleção de documentos, para fins de preservação; promover medidas necessárias a conservação de documentos; elaborar pareceres e trabalhos de complexidade sobre assuntos arquivísticos; assessorar os trabalhos de pesquisa cientifica ou técnico-administrativa; desenvolver estudos sobre documentos culturalmente importantes.

CARGO: BIBLIOTECÁRIO
REQUISITO: diploma, devidamente registrado no Ministério da Educação, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Biblioteconomia, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no órgão de classe competente.
DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: planejar, implementar, coordenar, controlar e dirigir sistemas biblioteconômicos e/ou de informação e de unidades de serviços afins; organizar os serviços de documentação; executar serviços de classificação e catalogação de manuscritos e de livros, de mapotecas, de publicações oficiais e seriadas, de bibliografia e referência; realizar projetos relativos à estrutura de norma- lização da coleta, do tratamento e da recuperação e da disseminação das informações documentais em qualquer suporte; realizar estudos administrativos para o dimensionamento de equipamentos, recursos humanos e layout das unidades da área biblioteconômica e/ou de informação; estruturar e efetivar a normalização e padronização dos serviços técnicos de tratamento da informação fixando índices de efici- ência, produtividade e eficácia nas áreas operacionais da biblioteconomia e/ou ciência da informação; estabelecer, coordenar e executar a política de seleção e aferição do material integrante das coleções de acervo, programando as prioridades de aquisição dos bens patrimoniais para a operacionalização dos ser- viços; estruturar e executar a busca de dados e a pesquisa documental; outras atividades de mesma na- tureza e grau de complexidade da função que venham a ser determinadas pela autoridade superior.

CARGO: CONTADOR
REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no Conselho Regional de Contabilidade – CRC.
DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: desempenho de atividades relacionadas com supervisão, coor- denação ou execução, em grau de maior complexidade, relativas à contabilidade e à administração financeira e patrimonial, empreendendo balancetes, balanços, registros e demonstrações contábeis.

CARGO: TÉCNICO EM ASSUNTOS EDUCACIONAIS
REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).
DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: realizar atividades de supervisão, coordenação, programação ou execução especializada, em grau de maior complexidade, referentes a trabalhos de pesquisa e estudos pedagógicos, visando a solução dos problemas de educação, bem como de orientação e técnicas educacionais, administração escolar e educação sanitária.

CARGO: TÉCNICO EM COMUNICAÇÃO SOCIAL
REQUISITO: diploma, devidamente registrado no Ministério da Educação, de curso de graduação de nível superior em Comunicação Social/Jornalismo, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Minis- tério da Educação (MEC).
ATRIBUIÇÕES: realizar atividades que envolvam a coleta, produção, revisão e edição de notícias voltadas à divulgação oficial da competência constitucional da Advocacia-Geral da União em matérias de seu interesse, por meio da imprensa escrita, falada e televisionada, com a aplicação de técnicas de redação jornalística; prestar assessoramento em atividades específicas de jornalismo e de assessoria de imprensa; analisar mídias divulgadas a respeito da Instituição, interpretando e avaliando a cobertura jornalística; propor editorial adequado à missão, à visão e aos valores institucionais; usar, de maneira eficaz, os recur- sos de rádio, TV, endereços eletrônicos e outros meios de divulgação e de comunicação; desenvolver o planejamento estratégico de comunicação institucional; propor novos canais de comunicação com os di- versos públicos da instituição, quando necessário, e o aperfeiçoamento dos já existentes; identificar e analisar as necessidades institucionais quanto à criação de identidades visuais e de campanhas; criar e desenvolver peças para campanhas publicitárias institucionais internas e externas, projetos, programa- ções visuais e produções gráficas; implementar ações de publicidade, propaganda, marketing e projetos institucionais; elaborar projetos de layout para sítios web, utilizando conceitos e padrões de arquitetura da informação, usabilidade e acessibilidade; gerenciar o conteúdo web; planejar, coordenar, orientar e controlar as ações de relações públicas; realizar diagnósticos, estudos, pesquisas, levantamentos e rela- tórios para avaliação e aprimoramento das ações de divulgação e comunicação social; implementar programas e ações que promovam a integração, motivação e conscientização do público interno; aplicar normas de cerimonial e protocolo; planejar, organizar e executar eventos institucionais; realizar trabalhos que exijam conhecimentos de informática; operar equipamentos disponíveis e os sistemas e recursos in- formatizados na execução de suas atividades; outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade da função que venham a ser determinadas pela autoridade superior.

 

6 – A banca Organizadora do Concurso AGU 2018

O Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan), foi escolhido para organizar e aplicar as provas do Concurso AGU 2018. A instituição é um instituto de direito privado, sem fins lucrativos, criado na forma de associação. O Idecan possui um estilo de prova de múltipla escolha, geralmente com questões assertivas curtas e enunciados maiores. É importante ficar atento ao formato do Idecan para poder entender como são formulados os enunciados e conseguir interpretar de forma correta cada questão. Apesar de pouco conhecido por muitos candidatos, o Idecan foi responsável pelos concursos da própria AGU em 2014.

No portal Questões Estratégicas, você pode responder mais de 6 mil questões de provas realizadas pelo Instituto. Assim, ficará mais fácil se adequar ao estilo, linguagem e maneira que as questões são formuladas, evitando equívocos de compreensão e as famosas “pegadinhas” na hora de realizar a prova. Com relação ao valor cobrado no último concurso da AGU em 2014, o valor de inscrição era de R$ 60,00 para o nível superior e R$ 45,00 para o nível intermediário. Provavelmente, o valor da taxa de inscrição será reajustado.

 

7 – Etapas do Concurso AGU 2018

O concurso é composto por provas objetivas e por provas discursivas, de caráter eliminatório e classificatório.

 

As provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, constarão de 60 itens, valendo 1 ponto cada item, e terão pontuação total variando do mínimo de 0 ponto ao máximo de 60 pontos.
Será considerado aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 50% de aproveitamento dos pontos das provas objetivas de múltipla escolha e que tenha acertado pelo menos uma questão de cada disciplina.

Serão aplicadas provas discursivas, de caráter eliminatório e classificatório, a todos os cargos, no mesmo dia de realização das provas objetivas, constituídas de 1 dissertação, a respeito de tema constante do conteúdo programático de conhecimentos específicos. A prova discursiva terá o valor de 20 pontos. Serão considerados aprovados apenas os candidatos que obtiverem o percentual mínimo de 50% de aproveitamento nos pontos da referida prova.

 

8 – Matérias que caem no Concurso AGU 2018

As provas contarão com conteúdos específicos para cada cargo, mas também com conteúdos básicos, que são:

CONHECIMENTOS BÁSICOS PARA TODOS OS CARGOS

LÍNGUA PORTUGUESA: 1. Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. 2. Reconheci- mento de tipos e gêneros textuais. 3. Domínio da ortografia oficial. 3.1. Emprego das letras. 3.2. Emprego da acentuação gráfica. 4. Domínio dos mecanismos de coesão textual. 4.1. Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e outros elementos de sequenciação textual. 4.2. Emprego/correlação de tempos e modos verbais. 5. Domínio da estrutura morfossintática do período. 5.1. Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. 5.2. Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração. 5.3. Emprego dos sinais de pontuação. 5.4. Concordância verbal e nominal. 5.5. Emprego do sinal indicativo de crase. 5.6. Colocação dos pronomes átonos. 6. Reescritura de frases e parágrafos do texto. 6.1. Substituição de palavras ou de trechos de texto. 6.2. Retextualização de diferentes gêneros e níveis de formalidade. 7. Correspondência oficial (conforme Manual de Redação da Presidência da República). 7.1. Adequação da linguagem ao tipo de documento. 7.2. Adequação do formato do texto ao gênero.

NOÇÕES DE INFORMÁTICA: 1. Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, pla- nilhas e apresentações. 1.1. Ambiente Microsoft Office. 1.2. Sistema operacional e ambiente Windows. 1.3. Edição de textos, planilhas e apresentações em ambiente Windows. 1.4. Utilização dos recursos de tabelas dinâmicas, fórmulas, funções e macros no Excel. 1.5. Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet. 1.6. Sistema operacional e ambiente Linux. 2. Conceitos e modos de utiliza- ção de ferramentas e aplicativos de navegação de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa. 3. Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedi- mentos associados à Internet e intranet. 4. Conceitos de tecnologia de informação: sistemas de informa- ções e conceitos básicos de Segurança da Informação.

RACIOCÍNIO LÓGICO: 1. Princípio da Regressão ou Reversão. 2. Lógica dedutiva, argumentativa e quanti- tativa. 3. Lógica matemática qualitativa, sequências lógicas envolvendo números, letras e figuras. 4. Geo- metria básica. 5. Álgebra básica e sistemas lineares. 6. Calendários. 7. Numeração. 8. Razões especiais. 9. Análise combinatória e probabilidade. 10. Progressões Aritmética e Geométrica. 11. Conjuntos. 11.1. As relações de pertinência. 11.2. Inclusão e igualdade. 11.3. Operações entre conjuntos, união, interseção e diferença. 12. Comparações.

CONHECIMENTOS GERAIS: Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como segurança, transpor- tes, política, economia, sociedade, educação, saúde, cultura, tecnologia, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia, suas inter-relações e suas vinculações históricas.

 

 

9 – Informações sobre os Últimos Concursos da AGU

Quem quer verificar como foi o último concurso da AGU em 2014, pode consultar o edital e consultar todas as informações neste link. A taxa de inscrição à época foi de R$ 60,00 para as vagas de nível superior. Outra informação relevante disponível no último edital é a aprovação e nota de cada candidato. Os candidatos aprovados foram ordenados por cargo, de acordo com os valores decrescentes da nota final nas provas objetivas, resultante da soma das notas obtidas em P1 e P2.

 

10 – Editais, Provas, Gabaritos, Apostilas e Cursos para estudar para o concurso AGU 2018

Concurso AGU 2018 ⇓Edital 

Concurso AGU 2010 ⇓Edital ⇓Prova ⇓Gabarito

Concurso AGU 2014 ⇓Edital ⇓Prova ⇓Gabarito

Curso para o Concurso AGU 2018 (Analista Técnico Administrativo)

 

11- Como estudar para o concurso AGU 2018?

O estudante deve ter foco total nos conteúdos discriminados no edital, de acordo com o cargo almejado. Vale a pena buscar apostilas e cursos preparatórios, para se atualizar sobre as matérias. Além disso, é essencial realizar provas anteriores da banca organizadora, para se familiarizar com o estilo das questões.

Um fator que garante boas chances para os concurseiros é um plano de estudos bem estruturado. Um Coach de Concursos oferece acompanhamento individual e completo para quem busca um bom desempenho na prova. O Coach Alessandro Marques, parceiro do Convocações, desenvolveu uma metodologia específica para treinar e capacitar concurseiros para provas específicas.

Saiba mais sobre o método neste link

 

12 – Resumo

Resumo do edital: O concurso da AGU está com inscrições abertas. A banca organizadora é o Idecan

Concurso: Concurso AGU 2018

Banca organizadora: Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial (Idecan)

Cargos: Administrador (48); Analista Técnico-Administrativo (10); Arquivista (2); Bibliotecário (1); Contador (32); Técnico em Assuntos Educacionais (2) e Técnico em Comunicação Social (5)

Carga horária: 40h semanais para todos os cargos

Regime de contratação: Estatutário

Taxa de inscrição: R$ 95

Escolaridade: Superior Completo

Estados: Concurso Nacional, mas não estão definidas as cidades e estados.

Número de vagas: 100 vagas

Salário: R$ 6.203,34 iniciais

Situação: Inscrições abertas

Edital: Neste link

 

Escreva um comentário